29 de jul de 2009

RUÍNAS DE SÃO MIGUEL DAS MISSÕES


A única ruína importante no Rio Grande do Sul é a Igreja de São Miguel Arcângelo, a mais bem preservada de todo o conjunto missioneiro e que passou, anos atrás, por um grande reforço estrutural - a sua frontaria e a torre estavam com uma inclinação acentuada e corriam o risco de desabar. Foram feitos enxertos de concreto para reforço e, no momento, já não existe perigo. Aliás, houve ali no início de 1998 um show histórico, de José Carreras.
São Miguel era um antigo povo do Tape, na margem direita do Rio Ibicuí. Quando começaram os ataques dos bandeirantes na região do atual Rio Grande do Sul, esse povo mudou-se para o atual território argentino, onde fundou uma redução do mesmo nome. Passada a ameaça dos bandeirantes, os índios voltaram a cruzar o rio Uruguai em 1687, fundando a redução nas margens do rio Jaguari, onde, em razão de outros ataques - constantes nos meses que se seguiram -, mudou-se novamente, ainda antes de 1690, para o local onde atualmente se encontram as ruínas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário